04:29

SEMENTES DE CHIA

Bom dia meninas!!
Estou super sumida,... muuuuito ocupada!!!
Estou de volta e como prometido aqui vai mais uma novidade para nós que estamos na luta contra a balança. rsrsrsrs
Mais uma novidade quentíssima!!!

Sementes de Chia


As sementes de chia são:
- Nutritivas;
- Ricas em Ómega 3;
- Ideais para celíacos;
- Antioxidantes.


Parecem sementes de papoila, mas são na realidade sementes de chia (salvia hispanica L.), umas sementes pequeninas pretas, brancas ou acinzentadas, considerado por muitos especialistas em nutrição um superalimento da natureza.
São encontradas em países como o México, Argentina, Bolívia, Guatemala, Peru e Colômbia.

Durante muitos séculos, as sementes de chia foram um componente importante da alimentação dos aztecas e maias. Ainda actualmente, no México, costuma dizer-se que uma colher de sementes de chia é o suficiente para sustentar uma pessoa durante um dia. O valor desta sementes é tal que chegaram a ser usadas pelos aztecas como moeda de troca.

Não é também por acaso que chia é a palavra maia que significa “força”, por isso estas sementes, cultivadas pelo menos desde 2600 a.C, são hoje consideradas um superalimento. Aliás, Dr. Oz, um médico americano bem conhecido dos programas de Oprah e dos livros da colecção “You”, em vários dos programas em que participou bem como nos seus livros recomenda o consumo destas sementes, pois considera-as um dos alimentos mais saudáveis.



As sementes de chia são ricas em antioxidantes, cálcio, ferro, fósforo, selénio, potássio e magnésio. São ainda uma boa fonte de proteínas (cerca de 16g/100g), apresentando todos os aminoácidos essenciais, e de fibras solúveis e insolúveis.

A chia é considerada uma das melhores fontes de ácidos gordos ómega 3 e 6, proporcionando o rácio perfeito entre o ómega 3 e ómega 6, o que é ideal para uma alimentação saudável. O ómega 3 é um nutriente muito importante sobretudo para crianças, grávidas, estudantes ou para quem tenha uma actividade essencialmente intelectual.


Análise nutricional resumida (por 100g):
Energia: 2471 KJ / 595 Kcal
Proteínas: 16g
Hidratos de carbono: 44g
Lípidos: 31g



O fato da chia ser uma fonte riquíssima de ómega 3, torna-a num alimento protector do coração e do cérebro. A ingestão de alimentos ricos em ómega 3 é muito importante para, por exemplo, prevenir problemas cardiovasculares, estados depressivos e diminuir os triglicerídeos no sangue.

As sementes de chia pertencem, tal como as de linhaça, às sementes mucilaginosas, isto é, formam um gel pectinoso incolor à superfície quando entram em contacto com a água. Estas mucilagens são muito benéficas para o bom funcionamento dos intestinos.

Em casos de azia, consumir 1 colher de chá de sementes de chia dissolvidas durante alguns minutos num pouco de água, ajuda a absorver o excesso de ácido.

O consumo regular destas sementes é ainda útil para controlar a pressão arterial elevada e a diabetes.

Devido à sua riqueza nutricional e ao facto de saciarem facilmente são muito úteis para atletas ou para quem procura um aporte extra de energia.

E como são isentas de glúten, são uma excelente opção também para celíacos.

Todos podem beneficiar da riqueza nutritiva da chia, incluindo os animais de estimação.


Para consumir as sementes basta misturá-las, inteiras ou moídas, em muesli, iogurtes, saladas, batidos, sopa, pratos de massa.

Moídas podem substituir uma quantidade da farinha em receitas de pão, biscoitos ou bolos.

Pode ainda misturar uma colher de sopa de sementes a 250 ml de água (aumentam várias vezes o seu volume), deixar repousar uns minutos e beber simples, misturado com sumo de limão ou com batidos de frutas.

Pode também usar as sementes dissolvidas em água em algumas receitas como substituto do ovo.

As sementes de chia, ao contrário das de linhaça, não precisam ser cozidas ou moídas para se usufruir dos seus nutrientes, pois são facilmente digeridas.

Fonte: www.sementesdechia.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Estética Sim , Blogger